Escale com o padrão SOCIALCARBON® no mercado.

Uma ferramenta capaz de reduzir proativamente as emissões de carbono e de fornecer co-benefícios sociais e ambientais para as economias emergentes ao longo do tempo.

Instituto Ecologica janeiro 10, 2019 at 10:13 am
$0
Pledged of $634,840 goal
0
Backers
  • Description
  • Comments
  • Backers

A Metodologia SOCIALCARBON levou à criação de um padrão voluntário de co-benefícios – o SOCIALCARBON® Standard, que identifica e certifica as VER geradas com o emprego dessa abordagem.

O SOCIALCARBON® Standard foi desenvolvido para fortalecer os co-benefícios de projetos de compensação de carbono e para aumentar a participação ativa das partes interessadas. É normalmente adotado em conjunto com um padrão de contabilidade de carbono, como o VCS, ISO 14.064-2, TÜV NORD Climate Change Standard ou o CDM (Mecanismo de Desenvolvimento Limpo).

Usando o SOCIALCARBON®:

  1. Garante a contribuição do projeto para o desenvolvimento sustentável.
  2. Melhora os benefícios sociais e ambientais do projeto.
  3. Promove a diferenciação de projetos no mercado, agregando valor aos créditos gerados.

Inicialmente projetada para avaliar a condição das comunidades envolvidas em projetos florestais, a metodologia padrão foi adaptada a uma variedade de projetos de mitigação de mudanças climáticas, mantendo suas características singulares.

Nos últimos dez anos, várias organizações e comunidades trabalharam juntas em projetos de mitigação da mudança climática, em um esforço para alcançar padrões satisfatórios para o desenvolvimento de indicadores de sustentabilidade. O padrão é único em sua capacidade de medir e monitorar continuamente o desempenho social e ambiental dos projetos, garantindo a eficácia das medidas de melhoria que estão sendo realizadas.

A metodologia é implementada por meio de uma ferramenta conhecida como Hexágono da Sustentabilidade, que avalia seis componentes ao longo do projeto: os aspectos do carbono, da biodiversidade, sociais, financeiros, humanos e naturais. Projetos que demonstram melhorias contínuas através da aplicação do Hexágono da Sustentabilidade do SOCIALCARBON recebem uma certificação.

A Metodologia SOCIALCARBON obtém sua estrutura básica a partir da abordagem de meios de vida sustentáveis ​​(SLA), originalmente desenvolvida por Robert Chambers e Gordon Conway e posteriormente modificada por Scoones:

  • “Um meio de subsistência é sustentável quando pode lidar e se recuperar de tensões e choques, e manter ou aumentar suas capacidades e ativos tanto agora como no futuro, sem prejudicar a base de recursos naturais.” [1]
  • Scoones argumenta que a capacidade de alcançar diferentes meios de subsistência depende da posse de bens materiais e sociais. Com isso em mente, ele define cinco tipos diferentes de bens, que ele denomina “recursos”: capital natural, econômico ou financeiro, humano, social e físico.

A SOCIALCARBON adotou quatro dos cinco recursos apontados por Scoones e acrescentou dois novos: a biodiversidade e o carbono.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *